Primeira vez aqui? Seja bem vindo e cheque o FAQ!
x

Usuário Raíssa

Usuário por: 4 anos (desde Ago 15, 2015)
Tipo: Usuário cadastrado
Privilégios: Dar votos negativos
Denunciar
Votar em comentários
Nome completo: Raíssa Vieira de Melo
Localização:
Site ou Blog:
Sobre:

Atividade de Raíssa

Pontuação: 671 pontos (classificado em #3)
Perguntas: 46 (9 com melhor resposta escolhida)
Respostas: 36 (5 escolhidas como a melhor)
Comentários: 21
Votou em: 153 perguntas, 64 respostas
Distribuiu: 207 votos positivos, 10 votos negativos
Recebeu: 129 votos positivos, 0 votos negativos

Mural de Raíssa

"The problem, then, is not only that the language is narrow but also that it is seen by its speakers as complete or whole unto itself-as representing a body of truths that exist independently of any other truth or knowledge. The isolation of this technical knowledge from social or psychological or moral thought, or feelings, is all seen as legitimate and necessary. The outcome is that defense intellectuals can talk about the weapons that are supposed to protect particular political entities, particular peoples and their way of life, without actually asking ifweapons can do it, or if they are the best way to do it, or whether they may even damage the entities you are supposedly protecting. It is not that the men I spoke with would say that these are invalid questions. They would, however, simply say that they are separate questions, questions that are outside what they do, outside their realm of expertise. So their deliberations go on quite independently, as though with a life of their own, disconnected from the functions and values they are supposedly to serve. Carol Cohn
escrito Set 16 por Raíssa  
"Thus because efficiency cannot be separated from distribution by a political analogy to the Coase theorem, there is no reason to believe that the economic institutions we actually observe will be those that are most efficient (that is, that maximize the size of the pie). Instead, they will be those that result from rent-seeking struggles and thus reflect the distribution of coercive power in the society. This creates clear possibilities for inefficient economic institutions to persist over time, because they affect the distribution of resources. That in turn affects the distribution of coercive power, which in turn further shapes economic institutions, and so on. Ogilvie-Economic Institutions
escrito Set 11 por Raíssa  
Assim Como

Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer pensamento,
Assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade,
Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada.
Assim a mesma dita realidade existe, não o ser pensada.
Assim tudo o que existe, simplesmente existe.
O resto é uma espécie de sono que temos, infância da doença.
Uma velhice que nos acompanha desde a infância da doença.

Fernando Pessoa
escrito Ago 19 por Raíssa  
"As mulheres têm servido há séculos como espelhos, com poderes mágicos e deliciosos de refletir a figura do homem com o dobro do tamanho natural. Sem esse poder, provavelmente a terra ainda seria pântanos e selvas. As glórias de todas as nossas guerras seriam desconhecidas. O tsar e o cáiser nunca teriam usado coroa nem a teriam perdido. Seja qual for o uso nas sociedades civilizadas, os espelhos são essenciais para todas as ações violentas e heroicas. É por isso que tanto Napoleão quanto Mussolini insistiam tão enfaticamente na inferioridade das mulheres, pois, se eles não fossem inferiores, eles deixariam de crescer." Virginia Woolf- Um teto todo seu
escrito Jul 26 por Raíssa  
"Nasci num tempo em que a maioria dos jovens tinham perdido a crença em Deus, pela mesma razão que os seus maiores a tinham tido — sem saber porquê. E então, porque o espírito humano tende naturalmente para criticar porque sente, e não porque pensa, a maioria desses jovens escolheu a Humanidade para sucedâneo de Deus. Pertenço, porém, àquela espécie de homens que estão sempre na margem daquilo a que pertencem, nem veem só a multidão de que são, senão também os grandes espaços que há ao lado. Por isso nem abandonei Deus tão amplamente como eles, nem aceitei nunca a Humanidade. Considerei que Deus, sendo improvável, poderia ser, podendo pois dever ser adorado; mas que a Humanidade, sendo uma mera ideia biológica, e não significando mais que a espécie animal humana, não era mais digna de adoração do que qualquer outra espécie animal. Este culto da Humanidade, com os seus ritos de Liberdade e Igualdade, pareceu-me sempre uma revivescência dos cultos antigos, em que animais eram como deuses, ou os deuses tinham cabeças de animais."
(PESSOA, Fernando. "Livro do desassossego)
escrito Jul 26 por Raíssa  
Quanto a mim, fui um bom físico, no meu tempo. Bom demais, bastante bom para compreender que toda a nossa ciência é simplesmente um livro de cozinha, com uma teoria ortodoxa de arte culinária que ninguém tem o direito de contestar e uma lista de receitas às quais não se deve acrescentar nada, salvo com autorização do cozinheiro chefe. Sou eu o cozinheiro-chefe, agora. Mas houve tempo em que eu era apenas um jovem lava-pratos cheio de curiosidade. Pus-me a cozinhar um pouco a meu modo. Cozinha heterodoxa, cozinha ilícita. Um pouco de ciência verdadeira, em suma. (HUXLEY, 1979, p. 129)
escrito Fev 11 por Raíssa  

Medalhas

Bronze

Humano x 1
Revisor x 1
Talentoso x 1
Eleitor x 1
Leitor x 1
Constante x 1
Grato x 1
100 Pontos x 1
Comentarista x 8
Visitante x 1
Fotogênico x 1
Pergunta Notável x 1
Participante x 1

Prata

Rato de Biblioteca x 1
Frequentador x 1
Eleitor Ávido x 1
Membro x 1

Ouro

Aniversariante x 1
Veterano x 1
Comedor de Livros x 1
...