Primeira vez aqui? Seja bem vindo e cheque o FAQ!
x

Por que físicos se interessam pela evolução da linguagem? Existem modelos advindos da física com esse propósito?

+2 votos
69 visitas
perguntada Jun 10, 2015 em Física por danielcajueiro (5,081 pontos)  
Compartilhe

1 Resposta

+5 votos
respondida Jun 11, 2015 por Paulo Murilo (166 pontos)  
selecionada Jun 11, 2015 por danielcajueiro
 
Melhor resposta

O interesse dos físicos pela evolução das linguagens não é por conta das linguagens, mas por conta da evolução. Qualquer sistema dinâmico que evolua por meio de hereditariedade.

Um dos ramos tradicionais da Física é a Mecânica Estatística, que trata estatisticamente sistemas com muitos elementos. A hipótese básica deste ramo é a ergodicidade do sistema, que de forma simples significa que todos os estados possíveis têm chance não nula de serem visitados em algum instante, independente dos estados já visitados no passado.

Sistemas evolutivos por hereditariedade obviamente não seguem esta hipótese, e todo o arcabouço matemático da Mecânica Estatística cai por terra. Nestes sistemas, que talvez sejam melhor definidos pelo adjetivo "históricos", o caminho histórico de estados visitados ao longo do tempo é fundamental para prever o futuro. Dependendo da trajetória histórica já traçada vários estados futuros inicialmente possíveis passam agora a ser impossíveis. São sistemas não ergódicos. Não é possível encontrarmos um mamute vivo, hoje, foram extintos. Estes sistemas também são fortemente dependentes de contingências ocorridas no passado.

Tivesse Hitler sido morto quando cabo na primeira guerra mundial, nossa história atual seria diferente. Não tivesse caído um meteorito na península de Yucatán, há 65 milhões de anos atrás, provavelmente a biosfera ainda seria dominada pelos dinossauros, os mamíferos não teriam evoluído na forma como ocorreu.

Exemplos, além da evolução das linguagens e das espécies, são a economia, a evolução cultural e social, a política, os terremotos, redes complexas, fragmentação de sólidos líquidos núcleos, comportamento animal, trânsito, dinâmica dos fluidos, neurologia, meteorologia, evolução tecnológica.

...