Primeira vez aqui? Seja bem vindo e cheque o FAQ!
x

Quais são os softwares indispensáveis para a vida de um economista?

+3 votos
3,460 visitas
perguntada Jun 22, 2015 em Economia por danielcajueiro (5,171 pontos)  
Compartilhe

1 Resposta

+3 votos
respondida Jun 23, 2015 por danielcajueiro (5,171 pontos)  

Essa é uma pergunta que vale a pena responder:

1) Todo economista precisa de um bom redator. Bons economistas devem saber ponderar bem custos e beneficios. Se isso for verdade, ele precisa escolher um bom framework de latex. É inaceitável pagar por algo caro e pior: Word ou Latex.

Veja aqui nessas respostas uma sugestão de um framework e como iniciar com o latex. Veja também Como convencer a um usuário do word a usar o latex?
Ou ainda, Como motivar o uso de latex considerando apenas a qualidade produzida?

2) É interessante que você aprenda uma linguagem de programação. Sugiro fortemente o Python (embora dependendo de como você pretenda usar o computador isso seja discutível). Duas opiniões distintas, por exemplo, sobre Python ou R), embora existam várias possibilidades.

Se você se decidir por Python, vá nessa direção.

Se você se decidir por R, vá por aqui.

Outras possibilidades: C++ e Julia. Normalmente, eu consideraria uma dessas possibilidades se estiver trabalhando com algo que exija muita computação. Por exemplo, modelos baseados em agentes requerem muito mais computação que programas usuais de econometria. A desvantagem delas é que elas não tem tantos pacotes associados como R ou Python. No caso do C++, ela é relativamente mais complexa para alguém que esteja começando.

Note também que tanto R ou Python permitem rodar C dentro deles. O Python também tem um pacote que permite rodar o Julia. Não tenho certeza sobre o R.

3) Existem alguns softwares que são um benchmark em Microeconometria. Acredito que o mais popular é o Stata. Nele, você encontra por exemplo os modelos de painel de dados mais atuais.

4) Vale ainda a pena usar o Matlab? Eu sou fã do Matlab. Se você não pretender trabalhar com orientação a objeto, o Matlab junto com o Python é o melhor lugar para começar. Veja aqui comparação do Matlab com o Python. Eu também acho que o Matlab ainda é útil em várias situações. Você usa-lo ou não vai depender do seu orçamento. É válido mencionar que é fácil comprar o matlab mesmo estando no Brasil, pois a mathworks tem representante aqui. Além disso, existe uma versão de estudante que é em torno de 50 vezes mais barata (e muito acessível) que a versão para outros tipos de usuário.

5) O que posso dizer sobre o Excel? A maioria dos Brasileiros, que possui computador em casa (lembre a desigualdade no Brasil é gigantesca), começa a usar o Excel ainda em casa. O Excel de fato é uma planilha bem interessante que pode ser útil em várias situações. Entretanto, o Excel além de ser pago e caro, ele em geral não é necessário se você decidiu por exemplo usar o Python, R, Stata ou Matlab. De fato, na maioria dos casos, bases de dados não são salvas em Excel, pois a portabilidade (caracterísitica que é medida pela habilidade de um programa ou software usar o arquivo sem perda de formato) dele não é tão boa. Alguns programas inclusive tem dificuldade de abrir bases de dados em Excel. Bases de dados usualmente são salvas em formato CSV.

6) Matemática e Maple? Eles normalmente são referências em computação simbólica. Por exemplo, resolver integrais não numéricas ou desenhar gráficos genéricos de funções. Eles podem ser bastante úteis, se você precisar disso. Sendo honesto, não tenho base para dizer qual dos dois é mais adequado até porque usei pouco cada um deles (talvez outra pessoa possa explorar mais esse ponto aqui).

7) Windows ou Ubuntu? Se você é um economista que pretende usar open source como base de seus projetos computacionais e não gastar um centavo a mais com isso, você deve fazer essa transição. Todos os softwares mencionados aqui (com exceção do word e excel que possuem suas versões livres - libre office) possuem uma versão adequada para ubuntu. Além disso, os softwares open source funcionam muito melhor no Ubuntu. Várias dificuldades aparecem quando você está usando windows. Veja uma resposta completa sobre o assunto aqui.

comentou Jun 28, 2015 por danielcajueiro (5,171 pontos)  
Por que não eviews ou SPSS? Há uns 10 anos atrás muitos economistas aplicados utilizavam o eviews ou spss como ferramenta básica de análise econométrica (principalmente para rodar regressões e realizar os testes simples). O que percebi foi que a maioria dos bons economistas aplicados (que conheço) migraram para o Stata ou R. Talvez fosse interessante ouvir outros comentários ou respostas sobre esse assunto.
comentou Jun 28, 2015 por danielcajueiro (5,171 pontos)  
DSGE existe apenas no Matlab? Não. Já existem ferramentas para o Python também.
comentou Jul 15, 2015 por Iúri Honda (141 pontos)  
Me recomendaram alguns softwares para a elaboração de questionários em Economia Experimental, mas não consigo encontrá-los. Deveriam se chamar PHP e Zehtry (ou algo assim). Alguém conhece esses softwares?
comentou Jul 15, 2015 por danielcajueiro (5,171 pontos)  
Eu acredito que o que você está procurando não é exatamente isso. PHP é uma linguagem muito usada para o desenvolvimento de aplicativos de internet. "Zehtry" eu não sei o que é, mas talvez vc esteja falando de Zend - que é um framework de php. Ou seja, se for isso, eles não são softwares e sim linguagem/framework para desenvolvimento. Uma opção alternativa se realmente você quiser desenvolver isso do zero, é o usar o python junto com o Django (framework de python). De qualquer forma, se você busca um software, com as coisas mais ou menos prontas, dê uma olhada nessa outra resposta: http://prorum.com/index.php/1414/existem-softwares-adequados-rodar-experimentos-economia
...