Primeira vez aqui? Seja bem vindo e cheque o FAQ!
x

Todos os países querem crescer economicamente, é possível realizar tal feito sem desgastar o planeta e os seres que nele vivem?

+3 votos
366 visitas
perguntada Jul 7, 2015 em Economia por Usuário (21 pontos)  
Compartilhe

1 Resposta

+3 votos
respondida Jul 8, 2015 por professor (306 pontos)  
editado Jul 8, 2015 por professor

Sem dúvida é possível crescimento sustentável. De fato, várias companhias e outros líderes defendem essa direção. Provavelmente, a empresa mais importante que defende uma política sustentável é o Wall-Mart. Veja por exemplo como o Wall-Mart mudou sua forma de pensar e tem agido como um vetor para transformar positivamente vários mercados:

The Wal-Mart Effect: How the World's Most Powerful Company Really Works--and How It's Transforming the American Economy Paperback - Charles Fishman.

Veja também como o mercado pode ganhar com o "Capitalismo consciente" e como consumidores percebem e também precificam esse tipo de atitude usando como exemplo o caso do Whole Foods:

Conscious Capitalism: Liberating the Heroic Spirit of Business - John Mackey and Rajendra Sisodia.

Eu pessoalmente sou fã do Whole Foods Market e estou disposto a pagar por alimentos orgânicos, atendimento cordial, produção em comunidades locais sem agrotóxicos e poluição desnecessária. Veja por exemplo como anda sério o uso de agrotóxicos no Brasil aqui.

Ainda gostaria de citar outros dois livros para você se deliciar sobre o assunto:

Natural Capitalism: Creating the Next Industrial Revolution - Paul Hawken, Amory Lovins e L. Hunter Lovins. Nesse livro, os autores (estrategistas) mostram como empresas podem lucrar utilizando estratégias que fazem uso mais produtivo de recursos naturais. Lembre qualquer tipo de desperdício é falta de eficiência e gera baixa produtividade.

Um outro livro maravilhoso é do Daniel Golleman, que é muito conhecido pelos livros Inteligência Emocional e Inteligência Social:

Ecological Intelligence: How Knowing the Hidden Impacts of What We Buy Can Change Everything - Daniel Goleman. Nesse livro, Goleman defende transparência na produção de qualquer produto que inclui três aspectos fundamentais: (1) Como a produção de um determinado produto afeta o meio ambiente; (2) Como um determinado produto afeta a saúde humana (por exemplo, pelo fato de ele ter agrotóxicos ou ser pintado com uma tinta cancerígina); (3) Como aqueles envolvidos na produção do produto são tratados (será que quando você compra algo em uma loja de produtos que custam $1,99 será que você não está concordando com trabalho infantil?). Se houver mais transparência sobre a cadeia de produção de produtos, consumidores poderão fazer escolhas melhores e também precificar sua preferência por sustentabilidade.

Pra finalizar, nenhum desses livros defende alguma política maluca esquerdista. Eles simplesmente defendem que ser sustentável pode ser lucrativo e mostram o caminho das pedras para empresas e reguladores.

Em relação ao artigo "Earth will expire in 2050", minha opinião pessoal é que a opinião do artigo é inocente e pessimista.

Por que inocente? (1) Não é possível dizer como vai estar o mundo nos próximos 30 anos. O máximo que podemos dizer é que "se as coisas continuarem do jeito estão", todos os recursos do mundo poderão ser esgotados; (2) Muitos paradígmas mudarão e é muito difícil dizer o que vai ocorrer.

Sobre nossa falta de habilidade de prever o futuro, veja aqui.

Por que pessimista? Por que ele despreza a habilidade de adaptação do ser humano.

No século XVIII, Malthus sugeriu que como a população crescia mais rapidamente que a produção de alimentos, não haveria comida para todos. Dois fenômenos não considerados por ele ocorreram: (1) A taxa de natalidade caiu; (2) A produtividade na produção de alimentos aumentou muito.

...