Primeira vez aqui? Seja bem vindo e cheque o FAQ!
x

Como calcular a base de um subespaço vetorial de matrizes quadradas que satisfazem uma solução de um sistema linear?

+1 voto
600 visitas
perguntada Mar 11, 2015 em Matemática por danielcajueiro (5,171 pontos)  
editado Mar 15, 2015 por danielcajueiro

Considere o de todas as matrizes de ordem 2 que satisfazem o sistema \(AX=0\) para
\[X=\left(\begin{array}{c} 1 \\ 2 \\ \end{array}\right).\] Verifique se esse conjunto é um subespaço vetorial. Em caso positivo, calcule uma base para esse subespaço.

Compartilhe

1 Resposta

0 votos
respondida Mar 11, 2015 por danielcajueiro (5,171 pontos)  
editado Mar 15, 2015 por danielcajueiro

É um subespaço vetorial, pois se \(AX=0\) e \(BX=0\) então \[(\alpha A+ B)X= \alpha AX + BX = 0 + 0=0\].

Por outro lado, seja \[A=\left[\begin{array}{cc} a & b \\ c & d \\ \end{array}\right].\]

Logo, temos que \(a,b,c,d\) devem satisfazer \[a+2b=0\] \[c+2d=0\]
Ou seja, \(a=-2b\) e \(c=-2d\). Portanto, toda matriz do espaço de matrizes \(2\times 2\) que satisfaz \(AX=0\) pode ser escrita como a soma
\[\alpha\left[\begin{array}{cc} -2 & 1 \\ 0 & 0 \\ \end{array}\right] + \beta\left[\begin{array}{cc} 0 & 0 \\ -2 & 1 \\ \end{array}\right]\]
para todos \(\alpha\) e \(\beta\) reais. Logo, uma base para esse subespaço é formada pelos vetores
\[\left[\begin{array}{cc} -2 & 1 \\ 0 & 0 \\ \end{array}\right], \left[\begin{array}{cc} 0 & 0 \\ -2 & 1 \\ \end{array}\right].\]

comentou Set 25 por João Vitor Borges (1 ponto)  
Professor,

Não entendi o pq do sistema ser

a+2b=0
c+2d=0

e não simplesmente

a+b = 0
c + d = 0
comentou Set 25 por danielcajueiro (5,171 pontos)  
Olhe o vetor X do problema.
...